Ídolos são de barro!

        Em primeiro lugar devo dizer que NÃO GOSTO  que se individualize algo que foi coletivo! Nunca gostei desse lance de "ídolo"... É injusto com os outros que se mataram em campo.

        Vamos a alguns deles... O Doutor Sócrates! Ah se não fossem Biro Biro, Zenon, Cazão, Ataliba, Solito ... Neto! Ah se não fossem Tupãzinho, Wilson Mano, Fabinho, Ronaldo... Marcelinho! Ah se não fossem Rincon, Ricarinho, Luizão, Vampeta...  Garanto a vocês que o Magrão, Neto e  Marcelinho SEMPRE FORAM muito gratos a todos eles. Entenda que é muito mais legal uma homenagem geral, para todo o elenco que marcou época!

        Com relação ao Marcelinho, a polêmica virou por causa da política - Ele foi um BAITA jogador; mas se queimou ao levar o nome do clube para o lado político "sem contexto". Num momento difícil, cheio de controvérsias, lá foi ele "representar" o clube "sem ser chamado". Ele PODE SIM ter suas preferências, mas JAMAIS envolver o nome Corinthians nisso! Por isso veio a GRANDE rejeição de ser considerado um "ídolo" - Sim, Fiel, os ídolos se quebram!

         Portanto, o legal seria uma imagem eternizada para TODOS os que fizeram do clube, UM CORINTHIANS GIGANTE!

Comentários :

Postar um comentário